Pais e alunos fizeram um protesto, nesta segunda-feira (5), em frente à Escola Estadual Souza Bandeira, em Cuiabá. Eles pedem que os professores da rede estadual de educação encerrem a greve que já dura 71 dias.

Os pais alegam que os filhos estão sendo prejudicados pela falta de conteúdo e estão preocupados com o calendário letivo que deve ser alterado em razão da paralisação.

Um dos pais presente no protesto disse que a reivindicação dos professores é legítima, mas a greve já se estendeu demais e os alunos é que pagarão o 'preço'.

De acordo com o presidente do Sintep, Valdeir Pereira, os profissionais já estão mais flexíveis com relação à aceitação da proposta do governo.

"Antes estava sendo exigido o pagamento imediato do reajuste, agora os profissionais estão mais flexíveis e aceitam a proposta de um calendário para pagamento do reajuste", declarou ele.

O governo do estado afirmar que, em razão do cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), não tem condições de conceder reajuste à categoria. Entretanto, deve avaliar uma nova proposta.

 

 

Gazin - Consórcio - Até

Últimas notícias

O que é Urgente, não pode esperar! Entre em nosso grupo do WhatsApp e receba alertas de notícias.
Entrar Mais tarde