Helicóptero Mars da NASA faz 50º voo – “Não estamos mais em Marte Kansas”

Nesta ilustração, o Intelligent Mars Helicopter da NASA repousa na superfície do Planeta Vermelho enquanto o rover Perseverance da NASA (parcialmente visível à esquerda) passa. Ele completou seu 50º voo em 13 de abril de 2023, voando a mais de 1.057 pés e atingindo uma altitude recorde de 59 pés. Inicialmente projetado para apenas cinco voos, o Intelligence superou as expectativas, fornecendo dados e imagens de voo inestimáveis ​​para futuras missões em Marte. Embora alguns elementos mostrem sinais de desgaste, a missão de inteligência continua a ultrapassar os limites da tecnologia e exploração em Marte. Crédito: NASA/JPL-Caltech

Aeronaves de asas rotativas que fizeram história recentemente negociaram alguns dos terrenos mais perigosos encontrados no Planeta Vermelho.

Mars Helicopter marked its 50th flight on April 13, 2023, achieving new altitude and distance records. Despite facing challenging terrain and increased frequency of flights, Ingenuity continues to provide valuable data for future Mars missions.

NASA’s Ingenuity Mars Helicopter has completed its 50th flight on Mars. The first aircraft on another world reached the half-century mark on April 13, traveling over 1,057.09 feet (322.2 meters) in 145.7 seconds. The helicopter also achieved a new altitude record of 59 feet (18 meters) before alighting near the half-mile-wide (800-meter-wide) “Belva Crater.”

Ingenuity at Airfield D

Ingenuity at Airfield D: This image of NASA’s Ingenuity Mars Helicopter was taken by the Mastcam-Z instrument of the Perseverance rover on June 15, 2021, the 114th Martian day, or sol, of the mission. The location, “Airfield D” (the fourth airfield), is just east of the “Séítah” geologic unit. Credit: NASA/JPL-Caltech/ASU/MSSS

With Flight 50 in the mission logbook, the helicopter team plans to perform another repositioning flight before exploring the “Fall River Pass” region of Jezero Crater.

“Just as the Wright brothers continued their experiments well after that momentous day at Kitty Hawk in 1903, the Ingenuity team continues to pursue and learn from the flight operations of the first aircraft on another world,” said Lori Glaze, director of the Planetary Science Division at NASA Headquarters in Washington.


O helicóptero Ingenuity Mars da NASA fez história em 19 de abril de 2021, quando realizou o primeiro voo motorizado e controlado em outro planeta. Dois anos depois, em 13 de abril de 2023, completou seu 50º voo. Aqui estão alguns destaques de uma viagem de helicóptero ao Planeta Vermelho. Crédito: NASA/[{” attribute=””>JPL-Caltech/ASU/MSSS

Ingenuity landed on the Red Planet in February 2021 attached to the belly of NASA’s Mars Perseverance rover and will soon mark the two-year anniversary of its first flight, which took place on April 19, 2021. Designed as a technology demonstration that would fly no more than five times, the helicopter was intended to prove powered, controlled flight on another planet was possible. But Ingenuity exceeded expectations and transitioned into being an operations demonstration.

Every time Ingenuity goes airborne, it covers new ground and offers a perspective no previous planetary mission could achieve. Imagery from the helicopter has not only demonstrated how aircraft could serve as forward scouts for future planetary expeditions, but it has even come in handy for the Perseverance team.


Teddy Zanetos, do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, fornece uma atualização sobre o engenhoso Mars Helicopter da agência e discute como ele pode inspirar futuras explorações aéreas do Planeta Vermelho. Crédito: NASA/JPL-Caltech

Ao testar os limites do helicóptero, os engenheiros estão coletando dados de voo que podem ser usados ​​por engenheiros que trabalham em projetos para futuros helicópteros de Marte. Isso inclui os designers propostos para a campanha de devolução de amostras de Marte Helicópteros modelo de resgate.

terreno perigoso

Desde que deixou os confins relativamente planos do chão da Cratera Jezero em 19 de janeiro, o Ingenuity voou 11 vezes, estabelecendo novos recordes de velocidade e altitude de 14,5 mph (6,5 metros por segundo) e 59 pés (18 metros).

Apesar do frio intenso do inverno e dos eventos regionais de poeira (que podem impedir que os raios solares atinjam o painel solar do helicóptero), a engenhosidade continua. vai ser na cor marrom à noite. Como resultado, o estação base de helicóptero O rover deve procurar o sinal do helicóptero no horário previsto para o engenho subir todas as manhãs. À medida que o helicóptero voa, ele agora deve navegar em terrenos acidentados e relativamente desconhecidos, pousando em locais repletos de perigo.


O Intelligent Mars Helicopter da NASA é visto aqui no ponto de partida de seu 47º voo para Marte. O vídeo foi feito em 9 de março de 2023 pelo gerador de imagens MastCam-Z a bordo do rover Perseverance da NASA. Crédito: NASA/JPL-Caltech/ASU/MSSS

“Não estamos mais em Marte, Kansas”, disse Josh Anderson, que lidera as operações de inteligência no Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, no sul da Califórnia. “Estamos sobrevoando os restos secos de um rio antigo cercado por dunas de areia, pedregulhos e rochas e cercado por montanhas dignas de almoço. Embora tenhamos atualizado recentemente o software de navegação para ajudar a determinar aeródromos seguros, cada voo ainda é tenso .”

Um passageiro frequente

Além de enfrentar terrenos mais desafiadores, o Ingenuity voará com mais frequência nos próximos dias porque o helicóptero precisará ficar ao alcance da voz dos componentes eletrônicos do rover. Com sua capacidade AutoNav, o Perseverance pode viajar centenas de metros todos os dias.

“A inteligência depende da persistência para atuar como um relé de comunicação entre os controladores de missão da JBL”, disse Anderson. “Se o rover ficar muito à frente ou desaparecer atrás de uma montanha, podemos perder as comunicações. A equipe do rover tem um trabalho a fazer e um cronograma. Portanto, engenhosidade é essencial e estar na vanguarda sempre que possível.

O Perseverance concluiu recentemente uma inspeção do “Foul Tricorn”, um alvo científico que pode conter sílica hidratada (que tem forte interesse astronômico). Atualmente, está indo em direção ao “Monte Julian”, que oferecerá uma vista panorâmica da cratera Belwa próxima.

Helicóptero Ingenuity da NASA em Marte

Uma renderização do helicóptero inteligente da NASA em Marte. Crédito: NASA/JPL-Caltech

façanhas de inteligência

Construído com vários componentes prontos para uso, como aplicativos para smartphones e câmeras, o Ingenuity está agora 23 meses terrestres e 45 voos além de sua vida útil esperada. O helicóptero voou 7,1 milhas (11,6 quilômetros) em 89 minutos.

“Quando voamos pela primeira vez, pensamos que tivemos uma sorte incrível de conseguir cinco vôos”, disse Teddy Tsanetos, líder da equipe Ingenuity do JPL. “Excedemos nosso tempo total de voo esperado, pois nossa demonstração técnica foi de 1.250% e a distância esperada foi de 2.214%.”

Exceder tais expectativas, no entanto, tem um custo. A equipe de inteligência reconhece que toda missão importante deve eventualmente chegar ao fim, pois algumas peças do helicóptero mostram sinais de desgaste e o terreno se torna mais desafiador. “Chegamos tão longe e queremos ir mais longe”, disse Zanetos. “Mas sabíamos desde o início que nosso tempo em Marte era limitado e cada dia operacional é uma bênção. Se a missão do Ingenuity termina amanhã, na próxima semana ou em alguns meses é algo que ninguém pode prever agora. O que eu prevejo é que quando isso acontecer, faremos uma grande festa.

A engenhosidade começa a girar suas lâminas

O Helicóptero Inteligente da NASA realiza um teste de giro lento de suas pás em 8 de abril de 2021, o 48º dia marciano, ou sol. Esta imagem foi capturada pelas câmeras de navegação do rover Perseverance Mars da NASA. Crédito: NASA/JPL-Caltech

Mais sobre engenhosidade

O JPL (Jet Propulsion Laboratory) desenvolveu o Ingenuity Mars Helicopter e supervisiona o programa em nome da sede da NASA. O esforço é apoiado pelo Science Mission Directorate da NASA, juntamente com o Ames Research Center da NASA no Vale do Silício, Califórnia, e o Langley Research Center da NASA em Hampton, Virgínia. Empresas como AeroVironment Inc., Qualcomm e SolAero também contribuíram com sua experiência em projetar e fornecer os principais componentes automotivos. O Mars Helicopter Delivery System foi projetado e fabricado pela Lockheed Space Corporation.

Dave Lavery, que dirige o Intelligent Mars Helicopter Program na sede da NASA, atua como administrador do programa.

READ  Nokia cortará 14 mil empregos à medida que a demanda nos EUA desacelera e o crescimento é incerto

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *